quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

O que é que andamos a contratar para o futebol?

Atento às declarações dos vários jogadores de futebol que todos os dias vão chegando aos aeroportos portugueses (excepção feita ao FCP, para não dizerem que só digo mal dos bimbos) vou ficando confuso: estamos a contratar futebolistas ou historiadores?

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

A minha desgraça é menor que a tua

Posso ir abaixo, mas tu vais primeiro ou a forma como os mais acérrimos socratinos entendem que estar mal é bem melhor que estar mal dois dias antes. Um vai ao fundo no domingo e outro na terça.

Há tantos esqueletos no armário

Há tantos esqueletos no armário e tanta gente que subiu à custa da revolução de Abril, estando hoje plenamente convertida a outros opções ideológicas (o que é legítimo) que quando resolvem brilhar, atacando quem ainda permanece de esquerda por convicção, o resultado é o efeito boomerang. Vale a pena ler aqui os vários post. Porrada (metafórica que sou contra a violência)no FF.

Eu não vos disse que era um Natal injusto

Já se previa que o prejuízo fosse grande. Sem contar com o consumo interrompido. Numa lógica pura de gestão numa economia de mercado esta diferença deverá reflectir-se no preço final. Pode ser que a participação do Estado na empresa não obrigue a este exercício e os consumidores não sejam obrigados a pagar os prejuízos que irão afectar os resultados do ano.

domingo, 27 de dezembro de 2009

Mourense do ano

Foto retirada daqui
Um ponto prévio: O João da Mouca há muito que merecia o prémio e devia ter-lhe sido entregue em vida, como parece referir aliás o regulamento. Dito isto, deixo expressa a minha opinião de que o prémio em 2009 deveria ter sido entregue a José Maria Prazeres Pós-de-Mina, pelo trabalho desenvolvido, pelo reconhecimento local, nacional e internacional.
Dito isto, referir a importância que João da Mouca teve na formação de muitos de nós pelo seu trabalho na Biblioteca e pelo grande incentivo à leitura. Foi o primeiro chefe que tive na minha actividade profissional quando no já distante ano de 1981 comecei a trabalhar na Câmara Municipal de Moura, no ainda edifício da biblioteca, na sala que albergava a colecção museológica. Foi uma experiência curta, transitei depois para outros serviços, mas manteve-se o contacto e aumentou o relacionamento e o reconhecimento, respeito e apreço pelo profundo trabalho e dedicação que emprestou à instituição e à comunidade.
A evocação de João da Mouca remete também para a minha infância, nas deslocações durante as férias da Salúquia à biblioteca, pela hora do calor, quando a vontade de leitura ultrapassava os 15 dias que mediavam entre cada deslocação da viatura itinerante da Gulbenkian ao largo da Salúquia. Nessa altura, quando a carrinha chegava, era enorme a pressa e os atropelos da rapaziada em assegurar o livro pretendido e férrea a disciplina do João Infante e do Armando Casimiro (é justo lembrar também estas pessoas no trabalho de divulgação do livro e da leitura) para assegurar a ordem da meia dúzia que disputava os títulos.

Sporting volta-se para França

As contratações do Sporting parecem boas. Revelam, essencialmente, que a aposta do clube é na conquista das Taças da Liga e de Portugal, uma vez que no campeonato estão como estão e os jogadores contratados e os que se falam não podem jogar na Liga Europa. E com os que lá estão agora já se viu como a coisa anda.

Este Natal tão injusto

Este Natal é injusto, e não falo dos milhares de desempregados, mas sim de todos aqueles que o tiveram de viver sujeitos a uma qualquer vicissitude. Por exemplo, o Primeiro-Ministro que com tanta modernização e tecnologia vê um simples aumento do vento deixar milhares de pessoas sem luz e água (em Grândola não foi preciso vento para a vila passar mais de 24 horas sem água, dado que continua a depender de uma só via para o seu abastecimento. A segunda via alternativa projectada há oito anos não saiu da gaveta). Por outro lado, a Administração da EDP que no relatório de 2009 terá de explicar a baixa no consumo e os gastos inesperados na reparação na rede, com custos acrescidos por ser na altura do Natal e ao fim-de-semana. Já alguém pensou nos prejuízos da empresa? Não sejam injustos.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Coisas que ainda não disse

Com todas estas questões do Natal, das prendas, da compreensão pelos mais fracos, combalidos e doridos esqueci de relatar o natural regozijo pela grande vitória do Benfica sobre os dragões que mais pareciam de liça comprada nas lojas dos chineses. Felis Natal como estes últimos escrevem nos apetrechos natalícios. Ah, e a coisa ficará ainda pior porque os dois jogadores vão ser transferidos para a equipa de boxe do FCP e para porteiros das discotecas do Porto.

Um Natal diferente ou um bom espectáculo para a RTP retransmitir neste Natal

Retirado daqui

domingo, 20 de dezembro de 2009

Na pegada de um Costa que se quer fazer ao lugar de Sócrates aproveitando o futebol

Vou preparar-me para ver o clássico sem grande fé no meu glorioso. As jogadas rasteiras começam antes do árbitro apitar.

sábado, 19 de dezembro de 2009

Bom Natal


presépio público em Moura

Poderei ser um incorrigível optimista ...

... ou talvez não. Contudo, os tons da afirmação do Outono recorda-me o aproximar dos dias que começam a crescer. É já a partir de terça-feira, o começo de dias com mais luz e tempo para vivermos no espaço público. Bem sei que entramos no Inverno, na chuva, no frio, mas retomamos a esperança de no final de Janeiro já termos luz até às 18 horas. E quando muda à hora ... (vem-me à memória Valente de Oliveira que trocou as voltas ao relógio e «institui» o dia até às 22 horas. Que saudades.)

Sombras urbanas


quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Uma meia igualdade

O governo já preparou uma proposta para ser discutida na Assembleia da República permitindo o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Em princípio irá passar no plenário com os votos do PS, PCP, Verdes e BE. Dúvidas tenho se passará pelo crivo do Presidente da República. Dirão os apoiantes da medida que ficará reparada uma injustiça e afirmada a plenitude cidadã. Poderá ser verdade. No entanto, quando o governo impede a adopção está a discriminar estes casais perante os outros. Ou não será. Ficamos assim com uma meia igualdade. Ou será que só estão interessados na instituição casamento por questões económicas e para desafiar o estabelecido e não para exercer a cidadania de pleno direito? De qualquer das formas, Sócrates, acossado por diversos processos e pela crise, encontrou aqui uma forma de desviar o debate político. Por mim tudo bem. Não tenho nada contra qualquer tipo de casamento.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Muito se fala dos reforços do Benfica

Muito se tem falado dos reforços do Benfica, particularmente do tal avançado que se diz com características semelhantes ao Jardel e que tem nome de do criador do movimento espirita. Recorro ao assunto para fazer a passagem para um blog bastante interessante que escreveu sobre o assunto, em cujos comentários participa uma mourense.

Há muitas formas de promover Moura

É com natural satisfação que dei com referências a um projecto de Moura num blog que frequento amiúde. O prédio não mereceu, como seria de esperar, o consenso (que digo eu, a larga maioria desgota do projecto da equipa Aires Mateus), mas o que é certo tem permitido que a cidade seja referida em muitos locais de referência, sendo uma forma de promoção. Consultem que as imagens são muito boas e, como dizia uma amiga, o edifício fica melhor que na realidade.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Já me tinham dito

Um conhecido comerciante de Beja, um amigo dos meus tempos bejenses do princípio da década de 90 do século passado a viver já o impacto dos estudantes universitários, em correntes e habituais conversas, confessava que nunca em tempo algum tinha vendido tantas calças de ganga como no pós 25 de Abril. Afirmava ele que, para lá do natural advento da liberdade que permitiu o acesso a este bem hoje dito de consumo, se devia ao muito dinheiro que a população tinha por essa altura. Este texto do Vítor Dias é capaz de explicar um pouco essa realidade.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Terá valido a pena e que benefícios políticos Berlusconi irá retirar deste incidente

Sou contra a violência gratuita (talvez neste caso tenha sido paga só que não deveria o homem ter batido com tanta força). Sou contra o uso da força, entendo que a razão e a palavra poderão ter muita mais força. É sabido e conhecido que em política umas cacetadas podem constituir-se como um suplemento para a campanha eleitoral. O Tiago Mota Saraiva tem razão, a campanha eleitoral em Itália já começou. Mesmo assim, a minha faceta alentejana, leva-me a dizer que no caso em apreço só se perderam as que caíram no chão. É que o homem há muito que anda a pedi-las.

domingo, 13 de dezembro de 2009

Será por acaso que se destaca uns e se esconde outros?

Não me tenho por distraído e frequento regularmente os jornais. Como ontem escrevi aqui, acho estranho que a vitória de Evo Morales, bem como todo o processo eleitoral, tenho merecido escassa referência. Bem diferente me parece agora o tratamento dispensado às eleições no Chile, como é visível neste exemplo.

sábado, 12 de dezembro de 2009

Porque será que pouco se falou na comunicação social portuguesa da vitória de Evo Morales

Porque será que as eleições na Bolívia e a estrondosa vitória de Evo Morales teve tão pouca repercussão na comunicação social, incluindo aqui o mundo dos blogs, ao contrário de outros acontecimentos menores que ganham destaque sem que se perceba a razão?

Há umas dívidas melhores que outras

O Manuel Camacho, actualmente como vereador em Aljustrel, desafiou há dias para que se revelassem as dívidas dos municípios à associação de municípios do baixo Alentejo e Alentejo litoral. À proposta o actual presidente do Conselho de Administração respondeu com uma acusação de mau perder, ele que lesto falou das dívidas que herdou da gestão da CDU na Câmara de Beja. Era correcto identificar os devedores e os seus montantes à associação. E já agora à Assembleia Distrital. Encontraríamos algumas coincidências.

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Fico sempre com a sensação que o governo não quer mexer no poder dos bancos

Jerónimo de Sousa disse, cito de memória pelo que pode haver imprecisão, durante a campanha que os bancos e as grandes empresas prestavam o máximo apoio ao governo, razão pela qual continuavam a ter muitos benefícios. Aqui está um exemplo para provar o contrário. Fico a aguardar.

Há temporadas assim

Há temporadas assim. Tão depressa se está em cerimónias festivas de aniversários, como no imediato nos transportamos para fúnebres. Acontece. É da conjugação dos momentos fortes que se constroi a vida. Ficam as imagens dos aniversários.As duas aniversariantes estão à direita na imagem, 91 e 13 anos.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Moura sempre bem representada

O Presidente da Câmara Municipal de Moura foi eleito para a vice-presidência da Mesa do Congresso da Associação Nacional de Municípios Portugueses, no recente conclave de autarcas. José Maria Prazeres Pós-de-Mina é assim o representante de Moura num órgão de carácter nacional, juntando mais prestígio ao concelho de Moura. É também o reconhecimento do seu trabalho na liderança do Município.

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Se calhar há razões para os socialistas estarem preocupados

Já aqui disse que as comissões parlamentares só servem para os deputados ocuparem parte do seu tempo e raramente chegam a conclusões minimamente aceitáveis. Contudo, as revelações diárias sobre o assunto começam a desatar um nó tornando fundadas as preocupações socialistas, numa altura em que a sua maioria relativa não chega para controlar as conclusões. Será o pântano de quatro anos e meio de governação em maioria absoluta tão grande como parece?

Anda a malta preocupada com os 10 mil euros que o sucateiro terá dado a Vara

O que é interessante é ver que grupo é que está a ganhar milhões com estes negócios do tempo ministerial do agora presidente da Câmara de Lisboa que se candidatou, na primeira vez, com a palavra de ordem: rigor. Então não!

O Magalhães

Quando se fala de uma comissão de inquérito sobre a fundação dos magalhães (as comissões habitualmente dão em nada pelo que não percebo o receio dos socialistas) proposta pelo PSD, penso que é mais atentar nestas palavras.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

A nova maré do Sporting

O Sporting está agora a crescer. Com os dois golos marcados hoje contra o último classificado totaliza tantos como o Óscar Cardozo.

O que vamos nós lá fazer?

Em tempos de crise não haverá mais para fazer com as nossas tropas?

sábado, 5 de dezembro de 2009

Museu de Arte Popular

Uma decisão que se aplaude e poderá dar novos espaços de afirmação da antropologia e da etnografia.

Bom fim-de-semana


Os homens e a pornografia

Ao que parece, um grupo de cientistas chegou à conclusão que não há homens que desconheçam a pornografia. Nada a opor em relação a isso e à minha pessoa em particular. Até porque se dissesse o contrário o Santiago Macias há muito me tinha desmentido no seu blog. De qualquer das formas, se na amostra do estudo incluíssem o Vaticano acredito que pelo menos o Papa servisse como elemento dissonante. Em Portugal, na Assembleia da República era possível que o deputado social-democrata Mota Amaral também se enquadrasse nos pressupostos do estudo, cuja notícia está aqui.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Não fique sentado

Não fique sentado este fim-de-semana. O tempo até está agradável. Não fique também sentado à espera que em Portugal se faça justiça rápida para determinados grupos sociais. Relembro aqui só um aspecto: depois do caso Casa Pia apareceu o da garagem nos Açores, cujos acusados já devem estar fora da cadeia cumprida a sua pena ou com qualquer redução por bom comportamento. Os do primeiro esperam no conforto do lar o decorrer dos trâmites processuais. Gostaria que alguém me conseguisse explicar quando já gastou o Estado neste caso que irá morrer como outros. Arquivado. (fotografia de Steve McCurry)

Amareleja e o vinho

É melhor deixar para amanhã que é quando começa a oitava edição da Feira da Vinha e do Vinho em Amareleja, cujo programa pode ser consultado aqui. Agora que o frio entrou é sempre o momento adequado para reabastecer a garrafeira e adquirir uma boa prenda de Natal.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Já tenho cão

Como já tenho cão ofereço-me para a adoptar.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Cimeira latina

Fiquei com a sensação que à falta de Magalhães, do amigo Hugo Chavez e de Fidel Castro, da saída antecipada de Lula, a cimeira ibero-americana resumiu-se, apesar dos esforços de Sócrates e Cavaco, à (boa) presença de Shakira.

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Benfica

Em dia da restauração e na véspera de mais um jogo europeu do Glorioso espero, sinceramente, que no novo ano vendam o Di Maria e com essa verba vão buscar o Simão e, se possível, o Nani. Os leões ficavam danados. Mais uma vez. E a nossa equipa muito melhor. E conseguiria assim a maior representação na selecção portuguesa.

Os números do desemprego e o 1º de Dezembro

Nesta dia da restauração soube-se que os espanhóis têm uma taxa de desemprego superior à portuguesa. Acrescem que não têm um Tratado europeu com o nome da capital, nem o presidente da Comissão europeia. Entre outras coisas, como uma justiça que não funciona. Viva Portugal.

Parabéns Inês

Retirado daqui.

domingo, 29 de novembro de 2009

Banco Alimentar

A missão do Banco Alimentar e de todos os voluntários envolvidos é meritória pelo apoio que prestam a todas as pessoas que necessitam. Enquanto decorre mais uma campanha, não se canso de dizer que esta acção só é possível numa sociedade injusta, motivada pelo lucro fácil, em que a riqueza de um é a pobreza de muitos, e resultado das políticas seguidas em Portugal nos últimos 30 anos. A crise actual é só o último passo para o abismo. Gostaria que a organização divulgasse os apoios que recebe das grandes cadeias de supermercados, os primeiros e maiores beneficiários destas campanhas.

Sporting-Benfica

Ficou tudo a zero. Eles e nós que o jogo foi uma espécie de desgraça. Enquanto benfiquista desejo que não se lhes acabe o gás, apesar de Jesus dizer que para as bandas de Alvalade acabou a hipótese de título, tanto mais que em 2008 também dobrámos o ano em primeiro, no chamado lugar de campeão de Inverno, seja lá isto o que for, e depois foi a desgraça que se viu. Viva o Benfica.

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

V.O.L.

24 de Novembro. Terça-feira. 21 e 30 horas. Rua pouco movimentada, envolta na iluminação quente de centro histórico. «Onde é o espaço VOL», perguntaram ao que respondi o quase óbvio: «a única montra iluminada». O motivo da deslocação a Serpa ao «Espaço VOL - Vemos, Ouvimos e Lemos» dinamizado pelo Paulo Barriga foi tão a participação numa das muitas actividades cultirais que a livraria organiza ao longo do ano, com base no triptico identificativo. Neste caso particular e embora não por esta ordem, os primeiros trabalhos de Manuel Seita, o mais recente conjunto de músicos da serpense Ana Sofia Varela e a apresentação do mais recente trabalho do amarelejense Mário Zambujal, «Uma Noite não são Dias». O mais interessante deste bocado de noite entre amigos e conhecidos, pessoas que transportam memórios de outros tempos, é encontrar uma livravia, um espaço de promoção cultural é mais correcto, aconchegado, e com vasta assistência. O menos a dificuldade de projectos desta natureza vingarem economicamente. A perder-se, perde-se mais do que a cerca de meia dúzia de postos de trabalho. Perde-se um espaço de referência, com todos os motivos para ser apoiado. Ñestes tempos de crise em que do pouco que existe se retira da barriga, muito menos chegará para a literatura, vítima primeira do desinvestimento público de muitos anos em Portugal, irá perder-se a dinamização de Serpa e, pelo que assisti, do concelho e de outras terras envolventes. Moura estava bem representada. É doloroso se assim for. Este texto é tão só um apoio e incentivo de amizade ao Paulo Barriga, sabendo que o necessário são compradores de livros.

domingo, 22 de novembro de 2009

Boa semana de trabalho


A tarde de ontem esteve de chuva, consecutiva, daquela aborrecida que chama por estar em casa. Assim aconteceu. O domingo esteve diferente e a semana ao que parece ficará radiosa. E as vozes a chamarem por água. Boa semana de trabalho é o que vos desejo.


As conclusões do CC

Conclusões e análises bem mais claras e directas do que as produzidas sobre o balanço das recentes eleições autárquicas.

O RAP

Sempre ele, o RAP, incorrigível benfiquista.E com humor, gosto particularmente da referência ao Vilas Boas.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Feira em Melides

Começou hoje e prolonga-se até domingo aquela que julgo ser a última feira do Alentejo antes das noites grandes de Inverno. A feira de Melides, cujo programa pode ser consultado aqui.

Os irmãos e a face oculta

Neste país onde em matéria de justiça contra a corrupção tudo parece andar sem nunca chegar a lado algum e todos saem a assobiar ao alto, vale a pena ir a uma sala de cinema e ver os Irmãos Bloom para ficarmos com um retrato claro de que os vigaristas ficam sempre bem e melhor quanto maior for o desfalque. A história até é bonita e com linhas históricas e sociais convergentes ao universo do processo Face Oculta. Excepção feita às opções políticas envolvidas.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

As faces ocultas que já foram chamadas de colarinho branco

Há dias, o colunista Manuel António Pina, no JN, abordava, com a qualidade habitual, a descida de Portugal no ranking da corrupção, ficando abaixo da Costa Rica e logo acima do Botswana (pode haver aqui algum erro porque refiro de memória), analisando os dados desde 2005 para cá, ano que, por coincidência ou não, assinala a chegada ao poder da actual versão socialista socrática. Para não juntar mais palavras, indico o caminho para aqui e aqui que coincidem na inspiração.

O trabalho nas minas

Mantenho um interesse particular pelo trabalho dos mineiros e as comunidades mineiras, em particular as alentejanas. Das quatro principais no Alentejo, S. Domingos (Mértola), Aljustrel, Neves-Corvo (Castro Verde e Almodôvar) e Lousal (Grândola) publiquei ao longo dos anos na imprensa (Diário do Alentejo e Grande Reportagem) trabalhos sobre elas, tendo mesmo coordenado um programa de revitalização sócio-económica para aquela última. Por essa razão e por acompanhar regularmente o blog remeto para este texto sobre a temática.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Gripe A II

Não há nada que não aconteça ao homem.

Gripe A

Para além de todas as dúvidas, certezas, relatórios e convicções imagino o estado psicológico das grávidas recentemente vacinadas.

Casamento entre mesmo sexo

Digo já que nada tenho contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Nem nada contra nem a favor quanto ao casamento pro si só. Não compreendo a tentativa de emancipação dos homossexuais através da instituição casamento, mas se querem obter essa possibilidade, façam favor. Assisti ontem a partes do Prós e Contras e fiquei esclarecido quanto à necessidade de evitar o referendo sobre a matéria para preservar o que resta da sanidade mental da sociedade portuguesa. Isto já está mal o suficiente. Quanto ao fundamental o que me parece claro é a aprovação de legislação na Assembleia da República a permitir o casamento entre pessoas do mesmo sexo e o consequente veto político do Presidente da República. Aposto nisso.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Conselhos de amigos

Através de visitas aos amigos vamos conhecendo outras casas interessantes para frequentar.

Comemorar a república

A notícia já é antiga, mas nunca é demais lembrar. Há apoios bem pagos.

IX Festa da Batata Doce

Participei com prazer (para lá do almoço de cozido à portuguesa) na IX Festa da Batata Doce, rotativamente organizada pelas Juntas de Freguesia do Carvalhal, Grândola, e Comporta, Alcácer do Sal, em parceria com a Associação de Agricultores do Distrito de Setúbal, este ano tendo como palco a freguesia grandolense. Foi com natural regozijo que vejo crescer uma iniciativa, em cujo nascimento participei, envolvendo os principais interessados, os agricultores e produtores, e as instituições dos concelhos, Câmaras Municipais, e agentes económicos. A juntar a tudo isso a natural adesão da população. Ingredientes suficientes para o sucesso que as nova edições confirmam como um espaço de debate, convívio e de acções conducentes à certificação de um produto agrícola de excepção.

No Setubal na rede

Fica aqui a posição sobre a distribuição de pelouros na Câmara Municipal de Grândola, muito embora as declarações prestadas estejam, nalguns aspectos, longe do que é escrito, sem com isto atribuirmos quaisquer responsabilidades ao jornalista e ao órgão de comunicaçã social. Desde logo, os eleitos da CDU na Câmara não questionaram os vereadores a tempo inteiro, porque votamos a favor da proposta apresentada, numa lógica de coerência política com as posições assumidas pelo PCP em situação de poder. Não criticamos num concelho o que propomos para outros, como acontece com outras forças políticas. Por outro lado, não fizemos qualquer acusação ao vereador Ricardo Campaniço. Longe disso. Questionamos sim a distribuição de pelouros, a qual não reflecte, não corresponde, nem justifica, na nossa opinião, os cinco eleitos a tempo inteiro.

sábado, 14 de novembro de 2009

Palpites

1. André Vilas-Boas está em reserva para treinador do FC Porto e só por isso a Académica não baixou o preço para a sua transferência para Alvalade.
2. O resultado do jogo de Portugal amanhã não será positivo, mas iremos conseguir o apuramento para o Mundial. Do ponto de vista da organização é comercialmente mais interessante a presença portuguesa que a bósnia por terras africanas. Já houve ajudas noutras alturas.
Espero enganar-me na segunda e que Portugal consiga o apuramento sem quaisquer dúvidas.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

A dívida de Beja ou outra forma de colocar a questão

Apresentar a questão desta forma é um exercício político em proveito próprio, sem qualquer dúvida, mas não constitui a única versão das factos. Existe outra forma de colocar o assunto ou seja a dívida efectiva é de cinco milhões e não de 17, enquanto o meio milhão é, ao que parece, de trabalhos a mais em obras das escolas, logo não é correcto afirmar que não tem «qualquer suporte». Nesta questão das dívidas existe sempre o outro lado, particularmente se forem relativas a investimento: quanta dela tem financiamento comunitário? Na verdade, se toda a despesa tiver sido objecto de candidatura ao QREN poderemos dizer que, pelo menos, a Câmara de Beja irá receber metade, em média um pouco mais, dos 17 milhões nos próximos anos. Visto desta forma o problema já não será tão grave e, talvez, a nova maioria esteja a utilizar os números para suportar decisões que pretende tomar e que irão causar algum descontentamento. Apresentando o problema daquela maneira, irão querer passar a ideia de que as suas decisões serão sempre da responsabilidade do anterior executivo o que é, pelo menos, uma forma incorrecta de actuação. E uma postura política utilizada pelos eleitos do PS noutros concelhos.

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Um magusto sem sentido

Desde há uns anos, numa lógica coerente de continuidade festiva, a Câmara Municipal de Grândola vem organizando um magusto comemorativo do S. Martinho, nas imediações do Mercado Municipal. Enquanto actual vereador do Município faria todo o sentido estar presente, se não guardasse para mim o lugar à indignação por não fazer qualquer sentido este tipo de festividades num local, património concelhio, que tem sido desprezado pelo gestão actual. O espaço sobrevive graças ao esforço de meia dúzia de comerciantes, envolto na mais profunda degradação, agonizando enquanto na prateleiras da Câmara descansa um projecto completo de reabilitação do equipamento concluído em 2001, na altura da gestão CDU quando existia um plano integrado de recuperação para o centro tradicional da vila, abandonado a partir de 2002. Não faz para mim qualquer sentido participar em actos festivos num espaço votado ao abandono pela gestão camarária que só tem coragem de se aproximar do local quando o mesmo está fechado. O mercado funciona de manhã e o magusto foi à tarde. Sei do que falo porque sou frequentador e consumidor habitual dos sábados de manhã. E percebo o desespero de quem ali desenvolve a sua actividade e tenta garantir a sua subsistência económica. Mereciam toda a atenção por parte da Câmara e de um tratamento condigno. As pessoas que animam os locais tradicionais são o nosso principal património a quem importa dar condições dignas.

Grândola subiu ao Ministério da Educação

A Escola Secundária António Inácio da Cruz, em Grândola, será (digo eu) o estabelecimento de ensino mais representado nos assessores do actual elenco do Ministério da Educação, através dos professores Mário Pereira e Mário Sanchez. O primeiro, anterior presidente do Conselho Directivo da escola, passou a assessor a ministra e era adepto da política da Maria de Lurdes Rodrigues. O segundo, teórico da educação e coordenador de departamento, está na equipa de um dos secretários de Estado e contestava a política ou pelo menos o modelo de avaliação, tendo participado em algumas das manifestações de professores. Parece que não morriam de amores um pelo outro. Vamos ver quem tem mais peso no Ministério.

domingo, 8 de novembro de 2009

Boa semana de trabalho


Por este andar

Por este andar, Paulo Bento ainda passa o Natal nas Antas.

Banhos de azeite

A minha esperança é que a quantidade não atropele a qualidade ou não a faça deslizar.

Será mera coincidência

Será mera coincidência ou não convinha avançar com pormenores na altura das eleições?

Nova administração na Junta de Grândola

Ainda não passou um mês das eleições e pouco mais de uma semana da tomada de posse. A nova administração da Junta de Freguesia de Grândola vai tomando o pulso à situação. Entretanto continua o baile, este fim-de-semana nos Cadoços, com castanha assada.

Um alentejano de parabéns

Um alentejano de parabéns e que vale a pena acompanhar. Votos de sucesso.

Boas notícias

Nem sempre o que acontece em política é mau. Por vezes outros interesses sobressaem aos mais imediatos e comezinhos. E é possível encontrar diversos entendimentos.

Inspiração curta

Como é fácil de notar a inspiração tem sido curta para alimentar o blog. Vai daí, acompanhando também mudanças outras, entendi mudar o grafismo, na esperança de encontrar motivação para continuar a postar. As cores dominantes passam a ser as dos concelhos que me acolhem. Até logo.

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Um padre com armas

Um padre gostar de armas não me parece mal. Um padre ter armas ilegais já me parece grave. Um padre ter um arsenal em casa e na sacristia é quase heresia. Um padre gostar de bens materiais, muitos, pode ser considerado um comportamento desviante face à doutrina da Igreja Católica. Os paroquianos não se importarem e encherem a missa todos os dias é lá com eles. A hierarquia da igreja aceitar o comportamento ilegal do padre também é lá com ela, «diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és». O que não suporto é a linguagem terrorista do Eduardo Guerra: «Podemos ser pessoas de paz, mas também nos podemos defender quando há emboscadas. Não era assim, com os turras em Angola?» . Está tudo dito e escrito sobre a personagem. Quem o quiser ouvir e acompanhar que lhe faça bom proveito.

sábado, 31 de outubro de 2009

A cada partido um caso de corrupção

A justiça contra os poderosos tem tido em Portugal um denominador comum: raramente chega a conclusões, muito menos a sentenças que determinem penas pesadas. De trâmites processuais a recursos diversos, arrastam-se, arrastam-se os processos até caírem no esquecimento ou aparecer o próximo em que são implicados gente ligada ao partido diverso do anterior. Numa espécie de toma lá dá cá para que todo o sistema se possa perpetuar. Não é preciso muito exercício mental para na história recente encontrar uns quantos, desde a Casa Pia ao Portucale, dos submarinos ao Freeport. Talvez no «Face Oculta» estejamos noutro nível e possa haver mesmo um final. Só assim se percebe a preocupação que transparece deste post de Medeiros Ferreira.

Pessoal amigo

Trabalho de amigo.

O Glorioso

O Porto empatou, e ainda bem, e o Benfica tem a oportunidade de hoje mostrar o que realmente vale esta época. As coisas estão melhor, mas é bom não esquecer que o ano passado chegámos ao Natal como campeões de Inverno e depois foi o que se viu.

Muito bom

Mais um que vale a pena seguir.

Só agora vieram a lume?

Porque razão depois das eleições aparecem em catadupa as notícias do desemprego e de corrupção?

Gosto, acompanho e recomendo

O que será a «esquerda moderna»

Para existir uma moderno tem que existir uma antiga, no caso do PS deve ser do tempo de luta contra o fascismo. O que será a «esquerda moderna». Aquela que governa à direita?

O que ouço

Ouvi na rádio que em Moçambique estava a emergir das eleições um terceiro partido, caso quase inédito em África, onde perdurava a existência de somente dois partidos, um sinal de pouca vitalidade democrática. Senhores jornalistas, então os USA onde alternam só dois e a abstenção é superior a 50% e para se concorrer é preciso apresentar um determinado (elevado) valor em cash? É sinal de vitalidade democrática. E em Inglaterra que alternam também só dois partidos? Mais uma sinal de vitalidade. Felizmente irá ganhar em toda a linha a Frelimo.

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

O novo governo

No novo governo as principais novidades é para a existência de diversos membros com letras repetidas no nome, por exemplo Sumavielle, para os mestres e para um único elemento sem licenciatura, de acordo com a página oficial. De resto, a não ser que a maioria relativa altera algo, avizinha-se a mesma política, com o suporte por ausência do PSD. Vamos ver.

Dois momentos felizes

O dia 30 de Outubro termina bem. Em Moura «a minha equipa» tomou posse para mais quatro anos de trabalho, muito, e a sua concretização alterará o concelho que ficará melhor. Em Grândola, «a minha equipa» tomou posse na Assembleia de Freguesia de Grândola. Amanhã, 31, é a minha vez de tomar posse, também em Grândola, sem ser com «a minha equipa», começando quatro anos de oposição. À noite vou participar em mais uma tomada de posse de outra «minha equipa» na Assembleia de Freguesia do Carvalhal. Fico contente com as vitórias dos meus amigos.

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Fios que envolvem

No programa das comemorações do Feriado Municipal em Grândola, 22 de Outubro, destaco esta exposição. Merece uma visita. Refiro que é necessário não ter problemas de mobilidade para aceder ao local.

O coração socialista

O coração ocupou o centro da mensagem de muitas candidaturas, particularmente do PS. Para lá do caso relatado, conheci esta utilização em Moura e em Grândola, com resultados eleitorais bem distintos.

Boas notícias

Mesmo em gestão há boas notícias.

Todos os Santos

Um bom programa para daqui a oito dias. Vou fazer para lá estar.

Apetece-me ser Calimero

Hoje estou para aqui virado. Apetece-me ser Calimero. Basta o PCP arranjar uma cara laroca para deputado e vêem os jornalistas logo com as perguntas da cassete habitual. Porque não perguntaram ao deputado do CDS/PP eleito pelo Porto se conhecia os crimes cometidos pela Inquisição? Não, foi só sobre se gostava das cadeiras da Assembleia da República e se se perdia nos corredores. É injusto, não é?

sábado, 24 de outubro de 2009

Vira o governo do PS à esquerda?

É facto indesmentível que os governos do PS têm seguido políticas de direita, alguns, como o anterior, conseguiu em determinadas matérias avançar mais no sentido do liberalismo que o último da coligação PSD/CDS. Outro dado indesmentível tem sido o significativo número de membros do governo oriundos da área do PCP. Como o agora apresentado só tem um ministro ex-PCP será que o PS vai virar à esquerda?

Os locais da tomada de posse

Muito se tem falado em terras alentejanas dos locais da tomada de posse dos novos órgãos autárquicos, facto que só levanta polémica quando existe mudança política. Nestes actos deveria imperar a dignidade e o respeito pelos outros, principalmente da parte dos vencedores que por todos os meios deveriam preocupar-se em não provocar os vencidos. Os exemplos envolvem todas as forças políticas e o extremar de posições nesta matéria revela uma preocupação com o acessório quando esta deveria estar colocado no fundamental.

Mais um sinal anti-democrático do PCP

«Em troca do apoio a Simonetta, o PCP indicará um dos secretários da mesa. O formato final não está fechado, pois os comunistas colocaram outro cenário: dar um dos lugares aos sociais democrata»,na Assembleia Municipal de Lisboa, notícia da edição de hoje do Expresso sobre o entendimento entre socialistas e comunistas para diversos órgãos autárquicos do concelho de Lisboa. Como as coisas são diferentes na capital.

Sítios que frequento

Os passeios pelos blogs tornaram-se um recurso, poderia dizer hábito mas assim é mais verdade, e há sítios que frequento com gosto e assiduidade. Aqui ficam cinco: este, este, este, este e mais este. Alguns de amigos outros de gente conhecida, outros nem tanto, só pela qualidade e diversidade que impera em todos.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Nem tudo o que vem de Espanha é mau

EM ESPANHA A COMUNIDADE DE MADRID IRÁ RECONHECER OS PROFESSORES COMO AUTORIDADE PúBLICA
"Ao serem reconhecidos como autoridade pública, os professores - tal como os juízes, polícias, médicos e pilotos e comandantes de navios - contam com uma protecção especial. A agressão a um professor está tipificada pelo Código Penal como atentado contra a autoridade""Além de serem autoridade pública, TÊM PRESUNÇÃO DA VERDADE, o que significa que a sua palavra tem mais valor do que a de outro cidadão"

Tradução portuguesa da notícia abaixo em castelhano:

MADRID DARá AL MAESTRO RANGO DE AUTORIDAD PúBLICA
/"Los docentes serán autoridad pública en la Comunidad de Madrid. Es una de las medidas que introducirá la futura Ley de Autoridad del Profesor que la presidenta madrileña, Esperanza Aguirre, va a anunciar mañana en la cámara regional, según fuentes de su Ejecutivo, y cuyo texto llevará al hemiciclo en las próximas semanas. La iniciativa de elevar el rango de los maestros ya la asumió el año pasado la Comunidad Valenciana y existe también, aunque sólo para los directores de los centros escolares, en Cataluña, desde hace unos meses. En el caso de Madrid persigue el objetivo de reforzar la figura del maestro. Al ser reconocidos como autoridad pública, los profesores -al igual que jueces, policías, médicos o los pilotos y marinos al mando de una nave- cuentan con una protección especial. La agresión a uno de ellos está tipificada por el Código Penal como atentado contra la autoridad en los artículos 550 a 553, que recogen penas de prisión de dos a cuatro años.(...)"/

A Deus Saramago

José Saramago tem mantido com a igreja católica uma polémica muito saudável, quer através de declarações públicas quer através de obra publicada. Volta agora a acontecer com o mais recente livro, Caim, e todas as acções de promoção realizadas. O propósito poderá não ter sido esse, mas as suas declarações têm sido eficazes, tanto quanto as sucessivas respostas dos defensores da fé católica e de alguns empedernidos crentes na difusão do livro. Ao assunto não pretendo acrescentar nada próprio, tão só remeter para esta abordagem cujo autor está muito longe politicamente das críticas que têm surgido. Espero pelo fim-de-semana para ler algumas críticas sobre o livro propriamente dito, muito embora não figure nas minhas prioridades imediatas de leitura, das quais há muito saiu José Saramago.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Haverá outras mais eficazes

A foto foi tirada no Verão em Marco de Canaveses. Não sei se a dívida já está paga, mas a eficácia pública da denúncia é indesmentível. Para se descobrir e confirmar que a originalidade não se fica por Avelino e pelo laboratório urbano em que a cidade está transformada.

sábado, 17 de outubro de 2009

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Homenagem

Tirada de aqui.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Ai Manuela

Como é que Manuela Ferreira Leite pode dormir descansada?

A quem o mundo está entregue

Estamos em boas mãos, não haja dúvida. Este pessoal de goela bem molhada detém a chave de armamento nuclear. E aqui há tempos demitiu-se um ministro japonês por não conseguir falar numa conferência de imprensa.

Assinale-se

Assinale-se a decisão.

Sempre se faz justiça

Poderá ser tarde para os que partiram mas está a fazer justiça.

sábado, 3 de outubro de 2009

A campanha prossegue

Começa, amanhã, domingo, em Santa Margarida da Serra e terminará com um espectáculo, a partir das 15,30 horas, no Cine-Granadeiro, de Paulo de Carvalho.

Campanha em Moura

Eu também «estive» . E hoje ligou-me um amigo de Moura, daqueles que ficam e são sempre estejamos nós onde estivermos, a perguntar-me como estava a correr a campanha em Grândola e a dizer-me: Estou contigo aí. Eu também Zé estou contigo. Em caso de vitória, como espero, serás um a quem a dedicarei pelo constante apoio. Obrigado.

A campanha prossegue e a ganhar força

Corre bem a campanha da CDU em Grândola. Hoje tivemos uma animada arruada na vila e no Lousal.

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Não era em 2008?

Parece-me que a data era 2008, depois passou a ser 2009. E agora ...

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

A declaração do PR

Não ouvi, felizmente, porque este relato parece esclarecedor.

E faz bem o Vitor Dias

Aqui

Leitura dos resultados das legislativas

Muito se disse, escreveu e, até ao fim-de-semana, ainda muito se irá dizer. Importa-me só salientar um aspecto: existe uma maioria de esquerda na Assembleia da República, pelo que se o PS quiser é possível governar à esquerda. Não vai querer!

Só agora?

Porque razão esta notícia só apareceu depois das eleições? Não foi o PP que comprou os submarinos? A quem interessava que uma maioria PS ficasse refém do CDS? Os patrões já manifestaram a sua satisfação, impuseram condições de governação (à esquerda nunca disse Van Zeller) e que gostavam muito do ministro do código do trabalho. Esperam-se anos difíceis para os mesmos.

sábado, 26 de setembro de 2009

Bom fim-de-semana e votem bem


Sinalização em Portugal




Palavra

Em todas as histórias há sempre um burro que deixa as patas para trás.

Desperdício no Carvalhal

As infraestruturas no Carvalhal foram construídas há mais de um ano, segundo rezam documentos oficiais, a pensar no crescimento demográfico e urbano que constam da revisão do PU que só agora foi para consulta às entidades. Será por isso que é necessário engenho para sangrar o depósito e desperdiçar muita água? O que fez a Câmara? Adenda: faltou-me dizer que isto se passa no concelho de Grândola.

Moura, um concelho melhor

Estou convosco.

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Contributos para uma maioria de esquerda

Fica claro quais as condições para uma maioria de esquerda, que assusta o sistema. Os bobos do regime aparecem sempre primeiro.

Sondagens para as legislativas

Se o PS quiser haverá sempre uma maioria de esquerda da Assembleia da República. Aposto que, a manter-se esta relação, os socialistas preferem governar com o PSD e até com o CDS, os partidos que com eles pertencem ao quadro do neoliberalismo.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Gosto de arquitectura

Frequento habitualmente sites sobre arquitectos e arquitectura. Este é um deles e verifiquem esta boa proposta de parque infantil. Este é outro: htpp//ultimasreportagens.com/.

Reader

Ainda não conheço estas tecnologias, mas não será o mesmo que andar com um livro em papel, mesmo que este aparelho posa conter mais que um?

Aeroporto de Beja

Segundo a Rádio Pax, «Luís Ameixa, cabeça de lista do PS por Beja, assegura que vai continuar a percorrer todo distrito em contactos directos com a população e com as instituições. O candidato do PS realça que tem calendarizada uma reunião com a ANA – Aeroportos de Portugal, a empresa que vai gerir o aeroporto de Beja.» A Rádio Planície é pormenoriza o assunto. Então não abria em 2008? Agora é em Setembro? Quê, nas vésperas das eleições autárquicas? Não está a atrasar o desenvolvimento do distrito e do País? Será responsabilidade da Câmara de Beja? Não brinquem, nem enganem as pessoas que ainda têm desgosto.

Também quero

Eu sei que pode ser inveja e está é um dos sete pecados mortais, mas também quero.

A CDU a crescer

Quando os jornais, as rádios e as televisões tentam esconder as iniciativas da CDU (como aconteceu hoje de manhã nos noticiários da Antena UM) é sinal que as perspectivas eleitorais são superiores às pretendidas pela nomenclatura dominante, no caso o grande centrão e os interesses económicos, entidades que dominam, controlam e são proprietários da comunicação social. É por isso que vale a pena seguir este caminho.

sábado, 19 de setembro de 2009

Notícias arrepiantes

A uma notícia assim a assim para o mauzinho segue-se uma que nos deixa arrepiado.

Eu vou contribuir

Eu vou contribuir para isso. Activamente.

Bom fim-de-semana


Afinal havia mais

Afinal Francisco Louçã sabia do que falava quando afirmou que se perdia dinheiro com a subscrição de PPR, algo que eu desconhecia, bem como a maioria dos portugueses. Aliás, ele (coitado que só tem uma poupança de 30.000 €, verba que qualquer português dispõe regularmente e com grande facilidade, principalmente quem esteja desempregado ou a viver do ordenado mínimo), Fernando Rosas, Miguel Portas, Mariana Aiveca. Em matéria de coerência prefiro no entanto outras dirigentes do Bloco (e isto não tem nada de machismo), designadamente Ana Drago e Joana Amaral Dias que, sendo contra as privatizações, sempre pretenderam acautelar o futuro comprando umas acções nos processos de privatização da EDP e da PT. Contraditório? Não!

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Jerónimo em Grândola

Grande dia de campanha em Grândola com a visita de Jerónimo de Sousa na campanha para as legislativas. Ao almoço 200 pessoas. Algumas tiveram que ficar na esplanada.



Jerónimo de Sousa hoje em Grândola

O Secretário Geral do PCP, Jerónimo de Sousa, estará hoje em Grândola, a partir das 11.30 horas, para contactos com a população e para um almoço, no Restaurante A Coutada, às 12, 30 horas, iniciativa no âmbito da campanha para as eleições para a Assembleia da República.Imagens do comício em Évora no último domingo

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Eu gosto de cerejas mesmo com caroço

José Sócrates disse que gostava de comboios e para isso fez a viagem Paris-Bruxelas num TGV. Para estabelecer uma ligação directa com a necessidade da alta velocidade entre Lisboa e Madrid deveria partir da capital espanhola para Paris e depois para Bruxelas. Só que esta hipótese ainda não existe e a construir-se o TGV dará para ir comprar caramelos a Badajoz e para estabelecer a ligação com a capital espanhola. Porque razão nunca disseram que, nos tempos mais próximos, mesmo com TGV é impossível a ligação directa com o centro europeu?

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

O pior está para vir

Apesar do contentamento de Sócrates parece que o pior está para vir.

Vale ler

Aqui

A reeleição do Durão

A reeleição do Durão, com o apoio dos votos do PS incluindo de Vital Moreira, só vem reafirmar as proximidades políticas entre PS e PSD, uma vez que o seu desempenho nada acrescenta a Portugal, para lá da vaidade de dizer que temos lá um português.

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Esmiuçar

Poderá render alguns votos, mas é triste verificar ao que se sujeitam os nossos humoristas e políticos. Quem declinasse o convite ficaria a ganhar.

Eu quero ser presidente

Ao que referem os jornais, Manuel Alegre vai estar de braço dado com Sócrates num comício em Coimbra e apoiar alguns amigos que são candidatos socialistas. Fica a dúvida: as suas divergências com a direcção e o governo do PS são legítimas ou mera estratégia para tentar agregar toda a esquerda numa candidatura presidencial? Por mim digo já que não voto.

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Os gastos das campanhas

O Presidente da República pediu moderação nos gastos com as campanhas eleitorais. A mensagem não parece ter chegado ao PS em Grândola. O que os levará a investir tanto? Igual só vi, até agora, em Macedo de Cavaleiros.

Sondagem II

Os valores são próximos neste dia de sondagens. Mantém-se a tendência de uma maioria de esquerda.

Feira em Moura

Até domingo. Muita animação em mais uma Feira de Setembro, Que é também de artesanato. Fica aqui o programa que começou ontem.

Há muitos que dizem

Não são sempre os comunas a dizer e a demonstrar a tendência do PS para a direita. Mais que a retórica existem os factos.

Patrocínio novamente

Já por aqui disse que gostava da Patrocínio. E agora cada vez mais. A nossa juventude não é toda assim.

Resultado de muito trabalho

Sondagem para as legislativas

Até às eleições ainda haverá variações e os resultados finais não serem propriamente iguais a estes. De qualquer das formas verifica-se que existe sociologicamente uam maioria de «esquerda». Pena é que o PS governe sempre à direita.

sábado, 5 de setembro de 2009

A educação e as eleições

Muito se tem falado do aproveitamento do descontentamento dos professores para alcançar bons resultados nas próximas eleições legislativas. De acordo com o Expresso de hoje, só o PCP no seu programa reduziu as referências à educação, enquanto em todos os outros partidos as referências programáticas aumentaram e muito. Será distracção dos comunistas ou aproveitamento dos outros?

Espaço Sheherazade

A fotografia revela os preparativos, mas a festa foi bonita, pá.

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Fogos e orçamento

Neste tempo quente e de inúmeros fogos, apresento uma proposta política: com o orçamento gasto todos os anos no combate aos incêndios, o governo estabelecer protocolos com as associações de agricultores, com os proprietários e investir esse dinheiro na manutenção e aproveitamento desses terrenos abandonados, criando circuitos de distribuição de produtos, diminuíndo a dependência externa e povoando o interior. Era uma medida de curto/médio prazo mas que poderia render mais que a compra de meios para arder recursos, naturais e financeiros.

A educação do PS

Para todos aqueles que embalados pelas recentes críticas de dirigentes do PS à ministra da educação pensavam que ela estava adormecida ou que talvez já se pudesse votar no PS. Eles só querem mesmo o voto para continuar todas as políticas que têm praticado e em que acreditam. Depois digam que foram enganados.

domingo, 30 de agosto de 2009

Moura

Aqui fica mais um registo de trabalho e de camaradagem.

Uma boa perspectiva

Victor Dias coloca a questão de uma boa perspectiva para se verificar o estado em que se encontra o país e o desespero do PS.

Notas de campanha 8

A campanha tem vindo a crescer e na última sexta-feira, no restaurante do PCP na proximidade da Feira de Agosto, juntaram cerca de 250 convivas para a apresentação das listas à Câmara, Assembleia Municipal e Assembleia de Freguesia de Grândola. Foi uma festa bonita que contou com a presença de Bruno Dias, candidato da CDU à Assembleia da República pelo Círculo Eleitoral de Setúbal.
Aqui ficam partes da minha intervenção
«Eles estão preocupados e têm razões suficientes para isso, desde logo

Pelas equipas que hoje aqui apresentámos para a Câmara e Assembleia Municipais e para a Assembleia de Freguesia de Grândola, pelas equipas que já apresentámos em Azinheira de Barros, Santa Margarida da Serra e que iremos apresentar no Carvalhal, constituídas por homens e mulheres que colocam os interesses colectivos acima dos interesses pessoais.

A todos uma grande saudação por estarem disponíveis para participar nesta candidatura que tem como objectivo vencer em todos os órgãos, aumentar a nossa representação, para concretizar uma política que devolva qualidade ao concelho de Grândola e ao trabalho da Câmara.

Eles estão preocupados e têm razões para isso, porque já conhecem as bases das nossas propostas que estamos a trabalhar para construir um programa que retome o projecto da CDU para o concelho, um projecto colectivo e participado com uma gestão planeada ao serviço da população e do desenvolvimento do concelho, ao invés de uma visão individual, casuística e estrategicamente focada em interesses e promoções pessoais.
(...)

«Os últimos oito anos de governação do PS na Câmara Municipal de Grândola não trouxeram nada de novo, mesmo nada, para o concelho e para a sua população, sendo isso visível na interrupção do processo de requalificação urbana, no abandono do centro tradicional, na degradação do mercado municipal, na ausência de intervenção nos sistemas de abastecimento de água e saneamento, no arrastar da elaboração de projectos, no atrasar a concretização de planos de ordenamento do território, bem visível nas freguesias de Melides, Azinheira de Barros e Santa Margarida da Serra, na inexistente política cultural e de promoção concelhia, na ausência de tomada de posições para o apoio às actividades económicas, em particular o comércio tradicional e as pequenas e médias empresas.

O concelho regrediu e perdeu importância em termos regionais, pelo que é necessário retomar o projecto da CDU, um projecto participado e baseado numa estratégia integrada que acompanhe os investimentos que soubemos projectar com medidas que garantam uma melhoria efectiva da qualidade de vida da população.

Fátima Luzia, cabeça de lista à Assembleia de Freguesia de Grândola, e aspecto do jantar.

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Notas de campanha 7

Esta noite, a partir das 19,30, no restaurante do PCP, na Feira de Agosto, apresentação das listas da CDU à Câmara Municipal, Assembleia Municipal e Assembleia de Freguesia de Grândola, com a presença de Bruno Dias, da lista de candidatos pelo Círculo de Setúbal ao Parlamento. Depois vamos ao convívio e ao revivalismo musical de José Cid.

Sobre o programa do PSD

Dois apontamentos que vão no sentido da auto-crítica e da dificuldade em encontrar diferenças para com o PS. Logo, a alternativa não vive nestes partidos.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Feira de Agosto, Turismo, Ambiente e Desenvolvimento

E hoje vamos à feira, seis de dias de animação em Grândola.

Imaginem se fosse outro Costa...

Imaginem o que seria se acontecesse com um cidadão da Cova da Moura, de Chelas ou do Bairro da Sé. A cena não meteria tiros por o carro estar em fuga? A polícia viria dar as mesmas explicações? Não há dúvida que existem vários países dentro de um país.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

O PSD e Moita Flores

Refere a comunicação social que o PSD estará incomodado com as declarações e as medalhas entregues por Moita Flores, independente eleito Presidente da Câmara de Santarém pelo PSD, ao Primeiro Ministro José Sócrates. Quem deverá estar incomodado é o PS porque pela voz do seu secretário geral ouviram que não vão ganhar as eleições em Santarém.

Haverá necessidade?

Bem sei que à sombra é melhor quando o calor alentejano aperta. Bem sei que é meritória a acção e trabalho de prevenção de incêndios. Bem sei do empenhamento do exército. Bem sei da participação de Regimento de Infantaria de Beja. Bem sei que não há nada que justifique se se estacionem os veículos no passeio para a pausa de almoço, como aconteceu ontem em Safara.

domingo, 23 de agosto de 2009

Portugal mais triste

Mais que palavras....Foto de Luiz Carvalho, Expresso

Agora?

O rapaz acordou em vésperas de eleições. Refira-se a propósito que nas anteriores eleições legislativas foi eleito deputado pelo Círculo Eleitoral de Beja ao qual não veio prestar contas e os contactos foram reduzidos e resumidos a meia dúzia de iniciativas partidárias. E depois falam em aproximação dos eleitos e dos eleitores.

Para pensar

Leiam esta ideia.

Notas de campanha 6

As acções de campanha prosseguem, tendo-se realizado ontem a apresentação da lista para a Assembleia de Freguesia de Melides, cujo primeira candidato é Arménio Luís. A festa foi bonita, com a participação de cerca de 150 pessoas no almoço. Aqui ficam algumas imagens.

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Patrocínio: eu gosto

Eu gosto de cerejas mesmo com caroço. Gosto da Carolina Patrocínio. Só não gosto do Sócrates. Não se pode gostar de tudo.

O aeroporto terminal

Há verdades que podem vir à tona mais cedo do que alguns pretendiam e revelar o que a propaganda sempre escondeu. Para bom entendedor poucas palavras bastam. E não é preciso recordar Bruce Willis nas suas películas de assalto ao aeroporto.

domingo, 16 de agosto de 2009

O PS anda nervoso

Como o governo está em frangalhos, o apoio popular tanto mais, o partido sem saber para onde caminhar, os boys (lembram-se da frase de guterres?) anda nervosos e a falar demais. Tanto que se incomodam com o silêncio dos outros.

sábado, 15 de agosto de 2009

Bom fim-de-semana


Notas de campanha 5

As listas foram entregues, com uma boa presença de candidatos. Aqui ficam as imagens de Simão Lobato.




sexta-feira, 14 de agosto de 2009

As outras listas

Estou à espera dos comentários de Medeiros Ferreira sobre as outras listas.

Notas de campanha 4

Hoje, às 15 horas, a CDU entregará no Tribunal de Grândola o processo das listas concorrentes aos órgãos autárquicos do concelho. «Com a CDU Grândola vai ganhar» é o lema da candidatura que tem como objectivo devolver qualidade ao concelho de Grândola e à actividade da Câmara, algo que se afastou das prioridades autárquicas nos últimos oito anos.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Ligação directa

Para espíritos com interesse em serem bem informados.

Autênticos devaneios

Meteram-se num 31 para isto.

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Cravo de Abril


Notas de campanha 3


Notas de campanha 2

Estão realizadas as apresentações de candidatos em duas das cinco freguesias do concelho de Grândola, designadamente Azinheira de Barros e Santa Margarida da Serra. De seguida algumas imagens captadas pelo Simão, fotógrafo oficial de campanha. As iniciativas correram bem.

Elsa Silva, cabeça de lista à Assembleia de Freguesia de Azinheira de Barros


Anike Paixão, cabeça de lista à Assembleia de Freguesia de Santa Margarida da Serra e alguns dos candidatos